27
Dec
2019

 O Comissário da Policia da Ordem Pública (POP) denunciou esta sexta-feira (27/12) a detenção de dois indivíduos envolvidos na compra e venda de cartão do eleitor no sector de Mansoa, cerca de 60 quilómetros de Bissau.

Armando Nhaga que fazia o balanço da festividade de Natal afirmou que os detidos estão sob custódia das autoridades policiais de Mansoa.

“ A campanha eleitoral, tanto da primeira volta como a segunda volta que termina hoje decorre de forma pacífica apesar de alguns mal-entendidos. No entanto, no dia 25, a polícia prendeu duas pessoas envolvidas na compra e venda de cartões do eleitor e que já foram entregues ao ministério publico”, denunciou.

O responsável reafirmou que são proibidas a realização de campanha nas vias principais, ou seja de aeroporto a centro de cidade. “ Da mesma forma que trabalhamos na primeira volta, assim será nesta segunda volta, portanto, são proibidas a realização de comícios populares nas vias públicas e que impeça a via de acesso aos que não vão participar nos comícios e também facilitar a circulação rodoviária”

Entretanto, no que toca ao balanço de festa de natal, o comissario considerou-o de positivo tendo em conta que não houve nenhum acidente grave.

“ Apenas registamos quatro acidentes de viação, 15 agressões físicas e nenhum óbito. Por isso, declaro aqui que o balanço é positivo em relação aos anos transactos porque todos os casos foram tratados e ultrapassados salvo um paciente que se encontra internado”, considerou.

De referir que estarão disponíveis 6 mil e setecentos e cinquenta homens para assegurar o processo de votação do próximo domingo.

Por: Nautaran Marcos Có

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più