31
Aug
2017

 

A Caritas da Guiné-Bissau celebra esta quinta-feira (31 de Agosto) 15º jornada de Medicina Tradicional com lema “Integração de Medicina Tradicional no Sistema da Saúde na África”.

A cerimónia contou com exposição de medicamentos medicinais na Cúria de Bissau desde sabão para pele, produtos dietéticos, laxantes, produtos para diabetes, anti-inflamatórios, entre outros, com a particularidade de serem todos à base de produtos naturais.

Na abertura dos trabalhos, o Coordenador do programa da Caritas, Clemente António Mendes, alerta pelo desafio que relaciona-se com a invasão de medicina Chinesa uma vez que a fragilidade do país onde a população é vulnerável com baixo nível de informação para cuidados.

“Penso que muitas pessoas entre nós têm essa informação que os produtos da medicina tradicional chinesa estão a circular no nosso país através de sistema de venda personalizada, envolvendo jovens como canais de distribuição”, denunciou.

Por outro lado considerou que “ num país frágil como o nosso, onde as políticas sectoriais estão sempre na lista de espera e a população vulnerável com baixo nível de informação, é muito fácil convencer as pessoas que “o Santo de Casa não faz milagres”, ou seja, tudo o que vem de fora é o melhor”, atirou Coordenador de Programas da Caritas da Guiné-Bissau.

Entretanto, o Presidente de Medicina Tradicional, Idrissa Biai, disse que a Integração de Medicina Tradicional no Sistema da Saúde é muito atrasado ainda no país em relação a outros países africanos uma vez que a não aprovação da política o que tem vindo a afectar a sua promoção.

Idrissa Biai no âmbito das celebrações do Dia Africano da Medicina Tradicional, que hoje se assinala no qual recomenda ao Governo o reconhecimento da medicina tradicional, base de tratamento de uma larga percentagem dos guineenses que utilizam sobretudo as plantas para a "cura" de diferentes doenças.

Recorde-se que a Caritas tem em funcionamento desde 2002 um grupo denominado Temático de pesquisa sobre a medicina tradicional, contando com Botânico, Biólogo, farmacêutica e medica a fim de desenvolver a cura através de plantas medicinais.

Por: Marcelino Iambi

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più