11
Mar
2020

O director da ONG Enda Tiers-mond considerou o Sector Autónomo de Bissau (SAB) como zona com maior índice do usuário da droga injectáveis mais em termo de diversidade de nacionalidade é verificado na região de Gabú.

A consideração feita, esta quarta-feira (11), no âmbito do seminário de restituição e validação da cartografia dos usuários de drogas injectáveis e a estimativa do tamanho da população dos usuários de drogas injectáveis e pesquisas bio comportamentais.

Em declarações à imprensa, à margem da abertura do referido seminário de validação, o Director Nacional da Enda Tiers-monde, Mamadu Aliu Djalo, destacou a região de Gabú com multiplicidade de vários tipos de drogas

"Estudo nos demostra que Bissau tem mais população de consumidores de drogas mais em termo de representação por exemplo diversidade internacionalidade verifica-se mais na região de Gabú enquanto em termos do nível da escolaridade, Bissau mostra nível mais alto e em termo de idade Bafatá demostra idade mais jovens em relação Bissau e Gabú”, explica Mamadu Aliu Djalo.

Por outro lado, o responsável afirma que o Usuário de Drogas Injectáveis nas escolas é uma preocupação na qual a prevalência do VIH Sida é dobro da população em geral.

“A situação é preocupante a prevalência do VIH sida é dobro da população em geral, ainda é preocupante, porque os casos de hepatite estão muito elevados e não pode ser comparado com o número da população em geral porque ainda não existe  dados da sua prevalência nacional na Guiné-Bissau”, salientou Mamadu Aliu Djalo.

Aliu Djalo considerou que o Usuário de Drogas Injectáveis como factores que provoca a doença como tuberculose, hepatite e VIH sida caso que considera de muito preocupante para saúde nacional guineense.

“Os que injectam a droga correm riscos de transmissões das doenças como Tuberculose, hepatite e VIH Sida devido a situação respiratória em que o estudo demostra tuberculose resistente facto muito difícil de ser tratada”, alertou o director nacional Enda Tiers-mond.

A Ong Enda Santé Guiné-Bissau é um dos parceiros responsáveis pela implementação do programa PARECO “redução de Danos VIH/TB e outros co morbilidade e promoção dos direitos humanos dos usuários de drogas injectáveis (UDI) nos 5 países da africa ocidental”.

No âmbito da sociedade civil, o referido projecto é financiado pelo fundo mundial com objectivo de melhorar o acesso aos serviços de redução dos (RD) e a promoção dos direitos humanos.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Marcelino Iambi

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più