20
Sep
2017

A Handicap International promoveu, esta quarta-feira (20-09-2017), em Bissau, um seminário de restituição dos resultados do estudo sobre a avaliação das lacunas entre a assinatura da convenção relativa aos direitos das pessoas com deficiência e sua implementação no país

A actividade enquadra-se no âmbito da implementação do projecto regional VIH e Deficiência, financiado pelo Fundo Global para o combate à sida, Tuberculose e Malária, do qual a Handicap International (HI) é o recipiente principal em colaboração com a Federação Oeste Africana de Pessoas com Deficiência (FOAPH).

O projecto abrange seis países da África Ocidental, entre os quais, a Guiné-Bissau, o Senegal, a Cabo Verde, o Burquina Faso, o Mali e o Níger e visa contribuir para a redução de novas infecções no grupo de pessoas com deficiência, apoiando a promoção dos direitos humanos e a resolução de obstáculos jurídicos, melhorando o seu acesso aos serviços de prevenção, cuidados e apoio relativas ao VIH através duma advocacia regional….

O encontro serviu para a responsável da Handicap International no país, Cândida Salgado Silva, afirmar que o relatório da avaliação deste seminário servira de base para elaboração de um plano da advocacia regional e nacional com vista apoiar a promoção de direitos humanos.

Por seu turno, o segundo vice-presidente a Federação das Associações de Defesa e Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência, José Augusto Lopes, admite que “apesar dos esforços conjugados a volta das pessoas com deficiências” ainda continua a ser enfrentado desafios no quadro dos direitos comuns e da inserção social.

Pedro Mandica presidente da Rede Nacional de pessoas Viventes Com VIH sublinhou que a inclusão das pessoas com deficiência na estratégia global de luta contra VIH contribui para rede uma grande oportunidade para o combate ao VIH….

O encontro também visa partilhar os resultados de análise comparativa entre as recomendações da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e sua aplicação prática através de leis, politicas e estratégias e práticas em vigor no domínio do acesso à Saúde.

O governo assinou a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiências que foi ratificada pela Guiné-Bissau, através do Decreto Nº 24/2014, de 07 de Março.

 

Por: Elisangila Raisa Silva dos Santos / Marcelino Iambi

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più