PARÓQUIA DE BRÁ RETOMA MISSAS PRESENCIAIS DEPOIS DO CONSELHO PAROQUIAL

A retoma das missas presenciais na paróquia São João Baptista de Brá dependerá da reunião do conselho paroquial que engloba todos os representantes das 7 comunidades.

Esta decisão vem na sequência das decisões dos bispos que de Bafatá e de Bissau que ordenarem a retoma das celebrações das missas presenciais para domingo, dia 16 de Agosto, Solenidade da Assunção da Virgem Santa Maria, no qual fundamentaram-se na esperança de que as coisas irão melhorar.

Perante esta situação, numa entrevista telefónica à rádio Sol Mansi, o pároco da paróquia São João Baptista, Frei Galiano Lima de Oliveira afirmou que durante o encontro terão em conta as orientações dos bispos devendo a necessidade das comunidades.

“O encontro terá em conta as orientações dos bispos, depois, em segundo lugar, a nossa proposta terá em consideração a particularidade das paróquias que forma esta comunidade. Outro sim, queremos que os representantes das comunidades sejam activos e produtivos para que a partir deles tenhamos indicação que nos permite ter boa decisão dado que neste momento, temos só três padres na paróquia”, explicou o pároco de Brá.

No comunicado dos bispos que ordena a retoma das missas, destaca-se que é vedada a participação de idosos, de crianças de até 12 anos, de portadores de doenças crónicas (diabetes insulina dependentes, cardiopatia crónica, doenças respiratórias crónicas graves, imunodepressão), e gestantes de risco ainda determina que o uso de máscaras é obrigatório, o distanciamento entre os fiéis deve ser de 1,5 metros. Os bancos deverão estar devidamente marcados, facilitando a localização de onde sentar e após cada celebração, higienizar assentos com lixívia.

Questionado sobre as dificuldades que as comunidades enfrentam e se será possível as missas como habituais, o pároco disse que a decisão depende de todos os membros do conselho paroquial com destaque para a situação da comunidade de São Paulo e Santa Clara que carecem de uma capela.

“(…) Estamos para servir as comunidades, mas, as comunidades têm os seus pés de maneira que servir todas as comunidades não depende de nós (padre) mas a decisão sairá da consideração de todos os membros assim como as condições de comunidade santa clara e são Paulo para que os paroquianos cumprem”, referiu Galiano de Oliveira Lima.

A paróquia São João Baptista conta actualmente com 7 comunidades entre as quais São Paulo, Brene, comunidade central - Brá, Santa Clara de Assis de Plack-1, Santo Agostinho de Hafia, São Carlos Lwuanga de Plack-2 e nova comunidade Dom Settimio Arturro Farrezzatta de Cupul.

Durante o confinamento ou seja a propagação desta pandemia provocada pela covid-19, as missas foram suspensas e transmitida pela rádio Sol Mansi e Rádio difusão Nacional cobrindo as duas dioceses (Bissau e Bafatá) nas Sé Catedrais permitindo aos féis acompanhar as celebrações dominicais.

Por: Marcelino Iambi

Escreva à RSM

email Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

© 2019 Radio Sol Mansi
Cookie Policy | Privacy Policy

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più