IGREJA CATÓLICA ABRE AS PORTAS COM ALGUMAS RESTRIÇÕES

As orientações ligadas ao retorno às celebrações presenciais e outros momentos durante o Tempo da Pandemia Coronavirus.

Caríssimos irmãos e irmãs nas Dioceses de Bissau e Bafatá,

Com este comunicado, damos orientações para a celebração das missas presenciais e outros momentos durante este tempo da Pandemia Coronavírus. A retoma das missas presenciais, para domingo, dia 16 de agosto, Solenidade da Assunção da Virgem Santa

Maria, fundamenta-se na esperança de que as coisas irão melhorar.

No entanto, o retorno, depois de 05 meses, não deve ser vivido de ânimo leve, pois a

Pandemia ainda não acabou!

Eis as orientações para as celebrações de missas presenciais e outros momentos:

  1. É vedada a participação de idosos, de crianças de até 12 anos, de portadores de doenças crónicas (diabetes insulino dependentes, cardiopatia crónica, doenças respiratórias crónicas graves, imunodepressão, etc) e gestantes de risco.
  2. O uso de máscaras é obrigatório. Não deverá ser permitida a entrada na igreja de quem estiver sem máscara.
  3. O distanciamento entre os fiéis deve ser de 1,5 metros. Os bancos deverão estar devidamente marcados, facilitando a localização de onde sentar.
  4. Colocar à entrada das igrejas baldes com água e lixívia para lavar as mãos.
  5. Os microfones deverão ser higienizados após cada celebração.
  6. As janelas das igrejas deverão estar sempre abertas para ventilação.
  7. Após cada celebração, higienizar assentos com lixívia.
  8. Não se utilizem folhetos litúrgicos e de cantos.
  9. As comunidades que precisarem aumentar o número de celebrações, observem um intervalo mínimo de uma hora entre uma e outra para higienizar o local e para que não haja aglomeração entre quem sai e quem entra.
  10. Terminada a celebração, os fieis não permaneçam no recinto da igreja e nem à porta de entrada.
  11. Os anjos de porta ou outros deverão ajudar na orientação da celebração.
  12. No que se refere às equipas de celebração, mantê-las com o número reduzido de pessoas (um mesmo leitor para a Primeira e Segunda leituras e Salmo Responsorial).
  13. Para os cânticos, haja somente uma pessoa que anime a Assembleia. Que cada participante, que tiver o livro de cânticos, o traga consigo.
  14. Que o celebrante use máscara durante toda celebração, principalmente do ofertório à distribuição da comunhão; lave as mãos antes de iniciar a celebração e antes de distribuir a comunhão; use um único microfone, de preferência aquele do altar.
  15. Na celebração haja um único acólito preparado para tal, que se lave bem as mãos.

Talvez não seja indispensável este serviço!

  1. Os fiéis aproximem do altar usando a via central, começando pelos que estão nos bancos da frente. Os que estão atrás esperem a sua vez no seu lugar, no devido respeito do distanciamento físico em todas as direcções. Seria bom que os fiéis higienizassem as mãos com álcool em gel antes de receber a Eucaristia.
  2. Respeitando o distanciamento, o momento da colecta seja reservado para a saída da celebração.
  3. Quem não conseguir participar da missa presencial, (especialmente idoso, criança e com problemas de saúde), continue a beneficiar das missas dominicais transmitidas pela Rádio Sol Mansi em colaboração com a Rádio Nacional, a partir da Sé Catedral de Bissau.
  4. Estando garantidos os critérios de distanciamento físico, uso de máscaras e lavagem das mãos, os padres poderão estar no cemitério para um momento de oração antes do enterro dos fiéis defuntos; continuarão suspensas as missas de corpo presente.
  5. No devido respeito ao distanciamento de 1,5 metros e com uso de máscaras, as actividades pastorais sejam realizadas em salas amplas e arejadas.
  6. Que os párocos estejam atentos à realização de intercâmbios e campos de formação de férias.
  7. Qualquer questão omissa nessas orientações deve ser resolvida mediante reflexão entre a Equipa Missionária e o Conselho Pastoral Paroquial (CPP), com o apoio do pessoal da Saúde.

Renovamos nosso agradecimento a todos os que continuam empenhados na luta contra o coronavírus, de modo especial, ao pessoal da Saúde, da Caritas Guiné-Bissau através da Célula de Emergência; continuemos a orar por todos os que estão a sofrer as consequências desta pandemia. Peçamos ao Senhor, “Deus de vivos e não de mortos”(cf. Mt. 22,32), que conceda cura aos enfermos e a salvação aos falecidos.

Que todos sigamos as orientações deste comunicado, para que adorando ao Senhor nas celebrações eucarísticas e em outros momentos, cresçamos na consciência da nossa responsabilidade individual, familiar e social na “convivência” com o vírus até que ele desapareça completamente.

Elevando nossas orações a Maria, Rainha de Africa, saudamos a todos,

Bissau, Bafatá, 06 de agosto 2020.

Na Festa da Transfiguração do Senhor,

Escreva à RSM

email Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

© 2019 Radio Sol Mansi
Cookie Policy | Privacy Policy

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più