BISPO DE BISSAU CONVIDA OS GUINEENSES A SEREM INSTRUMENTOS DE AMOR DE DEUS, SINAIS DE ESPERANÇA PARA SEUS IRMÃOS

A Igreja Católica celebra hoje domingos de ramos, último domingo de quaresma que marca o início da semana Santa.

Na missa celebrada na Catedral de Bissau, Bispo Dom Camnaté Nabissin disse que povo guineense é sofredor mas acima de tudo crente.

“ Não é segredo por ninguém que o povo guineense é sofredor, mas crente que olha para Deus, por isso nos momentos mais difíceis, costuma usar esta expressão; Deus é grande. O povo guineense aceitou vários sacrifícios para conseguir uma nação livre e independente, infelizmente este sonho não transformou ainda numa realidade com seu futuro a ser adiado a cada dia cada vez que uma oportunidade nova se apresenta, seus filhos a ser dividido e pior ainda a ser ameaçado pela pandemia do covid-19 sem meios para defronta-lo. Entretanto, como servos do Senhor, a Igreja nos convida a ser, neste momento particularmente, instrumentos de amor de Deus, sinais de esperança para os nossos irmãos, sinal da sua presença no meio do povo”, aconselha o Bispo de Bissau.

Por outro lado, sublinha que os guineenses são chamados a combater coronavírus de tribalismo, de uso de violência e de abuso de poder.

“ Os guineenses são chamados a combater o coronavírus de corrupção e de injustiça, mas para termos as forças para fazer esse combate, não é suficiente escutar a palavra de Deus, é preciso seguir os passos de Jesus como escutamos na leitura extraída da carta de São Paulo. Jesus, para nos salvar, teve que humilhar a sua cabeça, manifestou sua solidariedade para connosco porque é servidor da humanidade. Jesus entrou em Jerusalém montado num burro porque tinha uma missão de paz e trazer a paz para o mundo. Montou no burro ao entrar em Jerusalém para nos mostrar que devemos abandonar o caminho de força e violência para andar no caminho de serviço, de humildade, respeito para com os outros, de boa educação, colaboração e da construção de paz”, evangeliza o Sacerdote.

Domingo de Ramos é uma festa cristã celebrada no domingo antes da Páscoa. A festa comemora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, um evento da vida de Jesus mencionado nos quatro evangelhos canónicos.

Em muitas denominações cristãs, o Domingo de Ramos é conhecido pela distribuição de ramos de palmeiras para os fiéis reunidos na igreja. Em lugares onde é difícil consegui-las por causa do clima, ramos de diversas árvores são utilizados.

A celebração decorreu com a igreja quase vazia por causa do coronavírus e os fiéis seguiram a missa através da rádio

Depois de missa, Bispos de Guiné-Bissau recomendam aos fiéis crestões que colocam seus ramos na porta de suas casas como característica de povo de DEUS.

Por: Nautaran Marcos Có

Escreva à RSM

email Entre em contato com a Rádio Sol Mansi.

Continuar

Ajuda RSM

helpContribua para a manutenção dos nossos equipamentos e a formação da nossa equipa.

Ajuda

Subscreva notícias

© 2019 Radio Sol Mansi
Cookie Policy | Privacy Policy

Questo sito fa uso di cookie per migliorare l’esperienza di navigazione degli utenti e per raccogliere informazioni sull’utilizzo del sito stesso. Leggi di più